Nova pagina 1
     HOME
     Escritório
     Áreas de Atuação
     Notícias
     Econews
     LINKS

     CONTATOS
 
 
Cadastre seu e

Cadastre-se para receber nosso informativo.
 

Nome

E-mail

        

 
 

Notícias - Fevereiro/2019

 

Dez meses após anunciar mapeamento para a Mogi-Bertioga, Estado divulga início da análise da serra

[11/02/2019]

Dez meses após anunciar que faria um mapeamento geodinâmico na Serra do Mar, em Mogi das Cruzes, para avaliar o risco de deslizamentos na Rodovia Mogi-Bertioga, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente - SMA informou que a análise teve início no mês de dezembro.

No entanto, a informação contraria nota divulgada pela próxima pasta em 15 de janeiro, quando disse que o Instituto Geológico - IG ainda analisava o plano de trabalho da empresa responsável pelo mapeamento, para enviar o parecer ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento - Bird.

Além disso, o G1 apurou que o financiamento para a realização deste mapeamento estava disponível desde 2013, mas só após o início da série de deslizamento em fevereiro do ano passado o DER retomou o assunto.

O primeiro anúncio do estudo foi em 28 de março do ano passado, após a rodovia ficar interditada por 41 dias depois durante vários desmoronamentos de terra, pedra e vegetação.

Agora, a divulgação do início do estudo ocorre após dois deslizamentos de terra e vegetação na rodovia, na última segunda-feira, que interditaram parcialmente o trânsito na SP 098.

Segundo a SMA, os serviços têm prazo de conclusão de 18 meses e serão distribuídos em quatro etapas de trabalho. O objetivo é mapear os riscos que condicionam as prioridades e soluções de obras para atenuar riscos e elaborar planos preventivos.

Além disso, também em dezembro, o Departamento de Estradas de Rodagem - DER abriu uma licitação para contratar empresa para elaborar um plano de contingência da Mogi-Bertioga. Ele deverá apontar as alternativas para a rodovia, com base na análise do estudo geodinâmico.

Mas, segundo a SMA, o início do plano de contingência independe da finalização do mapeamento, já que serão entregues relatórios parciais durante a execução do projeto.

Outra medida adotada pelo DER foi a construção de sete muros de contenção, dos quais cinco foram finalizados. Outros dois estão sendo construídos. O investimento foi de R$ 13 milhões.

Deslizamentos têm sido registrados na rodovia pelo menos há nove anos. No fim de 2009, a rodovia ficou mais de 15 dias interditada por causa de um grande deslizamento.

Fonte: G1.